sobre

 

Designer de Produto formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e em Pós-Graduação em Design de Interiores pelo IED SP. Apaixonado por criar, e representar em diferentes plataformas e linguagens suas ideias e pensamentos. 

Começou sua vida profissional como estagiário na agência de publicidade Binder no Rio de Janeiro, passando por um escritório de embalagens até entrar no mundo do branding pela Ana Couto Branding, onde começou a aliar design ao branding para desenvolver espaços, produtos, embalagens alinhados ao conceito, valores e identidade de grandes marcas. Nos últimos dois anos desenvolveu como freelancer projetos de espaços comerciais e maquinário de industria até óculos e tênis até um foodtruck. Hoje atua na área de design na Interbrand SP desenvolvendo espaços corporativos e comerciais para importantes marcas.

"Design é uma maneira de pensar, um jeito diferente de ver o mundo e cada elemento que o compõe. Todos nós temos uma percepção diferente do que está à nossa volta, e a mente do designer consegue enxergar o que muitos não vêem, ir além do óbvio e mergulhar. Como por exemplo, ao se ver uma parede branca, o designer a percebe não só como um plano, e sim um gradiente de tons, um conjunto de pequenas formas e relevos formando  uma textura repetida infinitamente. Percepção essa, que pode tomar outros caminhos bem diferentes com a mudança do ponto de vista ou mesmo da iluminação.

A mente criativa é sempre inquieta, faminta por novidade, pelo desconhecido, pela vontade de concretizar suas mais absurdas ideias. É vontade de mudar o que seria permanente, de empurrar aquilo que está parado, e destruir o que parece perfeito. É um inconformismo constante, uma busca eterna pela perfeição. Para isso experimentar é preciso, não ter medo de errar é essencial. E incrível é ver como se dá a evolução e desenvolvimento das ideias, de uma maneira quase que natural as formas vão se criando, as funções ficam mais claras e a execução fica mais tangível."